• Programa Primeiro Emprego

Notícias

16/05/2018 14:50

CEA promove aula de efeito sobre Gestão de Competências na Administração Pública

O Centro de Estudos e Aperfeiçoamento (CEA) da Procuradoria Geral do Estado (PGE) realizou, na manhã desta quarta-feira (16), mais uma edição do programa Aula de Efeito. Desta vez o tema foi ‘Gestão de Competências na Administração Pública’.

A aula teve como público alvo estagiários de graduação e pós-graduação da PGE e servidores públicos estaduais e foi ministrada pela analista técnica do Estado, especialista em Gestão de Pessoas e Planejamento, Maria Luíza Coutinho.

A analista técnica discorreu sobre a sinergia entre conhecimentos, habilidades e atitudes dentro da organização. Segundo Maria Luiza é necessária a união de conhecimentos coletivos para se atingir o que a sociedade espera e, para isso, é preciso identificar as competências que mais podem agregar cada função. “Por este motivo o CEA está avaliando o clima organizacional e traçando o perfil de pessoas, para assim alcançar mais rápido aquilo que as pessoas ou a sociedade esperam da PGE”, explicou.

“Para que a gente não se torne desnecessário no mercado de trabalho, é preciso aprender, desenvolver e somar conteúdos”, refletiu Maria Luíza Coutinho destacando ainda a importância de discutir conceitos e identificar relações de interdependência na organização.

Durante a aula, a pedagoga falou ainda sobre os profissionais emergentes e transitórios e sinalizou formas de inclusão dos profissionais em situações declinantes no novo mercado de trabalho. “Uma pessoa não se acha capaz de realizar algo, até o momento em que a situação aparece”, pontuou.

A aula de hoje, que foi transmitida em tempo real através da Escola Virtual da PGE, será retransmitida à tarde, das 14h às 17h. A atividade integra o programa de Formação e Aperfeiçoamento Continuado (PFAC) do CEA e o Plano de Formação dos Estágios de Graduação e Pós-graduação em Direito (PFOED) da PGE.

Fonte: ASCOM/PGE

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.